Jardin Majorelle

16.2.15








Não há guia que não fale neste Jardim. Eu diria que para amantes de cactos, como eu, é um verdadeiro paraíso colorido, perdido na azáfama de Marraquexe.
Os jardins Majorelle foram criados pelo pintor francês Jacques Majorelle e são, actualmente, um local com uma grande diversidade botânica.
Tem inúmeras plantas e uma casa central, de cor azul forte, que se destaca no meio de tanto verde.
Os jardins Majorelle abriram ao público em 1947, mas após a morte de Jacques Majorelle a propriedade ficou abandonada até 1980, ano em que Yves Saint Laurent decidiu ficar com a propriedade e recuperá-la.
No exterior, nos jardins, pode-se ver a colecção de cactos variados, palmeiras e de uma espécie de floresta de bambus. Há também bonitas buganvílias muito floridas que rodeiam a casa de estilo Art Déco. Era aqui que Yves Saint Laurent descansava, longe dos paparazzi e também encontrava, muitas vezes, inspiração para as suas colecções de moda.
Nos jardins Majorelle está também situado o Museu de Arte Islâmica, que fica no antigo atelier de Jacques Majorelle e reúne uma colecção com jóias berberes, rendas e artefactos de madeira entalhada – muitas peças são privadas de Yves Saint Laurent. Está aberto ao público e pode ser tudo visitado.
Confesso que não estava à espera de tamanha enchente de visitantes, o que me deixou um pouco frustrada por não poder deslumbrar-me calmamente com este jardim e os seus segredos e recantos, tal como não consegui tirar "aquelas" fotos que só sem ninguém à vista fariam todo o sentido.
Ainda assim é dos sítios mais bonitos "must visit" de Marraquexe.
...
There is no guide who does not speak in this Garden. I would say to cactus lovers, like me, is a real colorful paradise, lost in the bustle of Marrakech.
The Majorelle gardens were created by the French painter Jacques Majorelle and are now a place with a great botanical diversity.
It has numerous plants and a central electric blue house, that stands out in the middle of all that green.
The Majorelle gardens opened to the public in 1947, but after the death of Jacques Majorelle the property was abandoned until 1980, year in which Yves Saint Laurent decided to stay with the property and retrieve it.
Outside, in the gardens, we can see the collection of various cactus, palm trees and a kind of bamboo forest. There are also beautiful flowery bougainvillea surrounding the Art Deco house. It was here that Yves Saint Laurent rested, away from the paparazzi and also found inspiration for his fashion collections.
In Majorelle gardens is also situated the Museum of Islamic Art, which is located in the former studio of Jacques Majorelle and brings together a collection of Berber jewelry, lace pieces and carved wooden artefacts - many parts are of YSL. It is open to the public and it can all be visited.
I confess I was not expecting such a flood of visitors, which made me a little frustrated because i couldn't dazzle myself calmly with this garden and its secrets and crannies, as I could not get "those" photos with no one interfering.
Yet it is one of the most "must visit" place in Marrakesh.

Much Love,
Ana*


5 comentários: