Kitchen Stories #1

2.4.14
Há muito que tinha vontade de começar uma rubrica assim... que me matasse a curiosidade sobre o "lado culinário" de bloggers que eu admiro. Pessoas que não vivem entre tachos e de colher de pau na mão.
Será que deixam queimar o jantar? Será fazem refeições demasiado salgadas? Ou será que são autênticas fadas da cozinha?
....
I wanted to start this new rubric for a long time, to kill my curiosity about the "culinary side" of bloggers i admire. People who don't live among pots and wooden spoons. 
Do they let dinner burn? Do they cook too salty meals? Or are they authentic cooking experts?

A minha primeira convidada é a Sílvia. Foi ela que desenhou este blogue, e eu perguntava-me vezes sem conta se ela teria tanto jeito para os cozinhados como tem para o design. A Sílvia gosta de comer de forma simples e descontraída, mas avisou-me logo que era um flop na cozinha e que esperava que os leitores não nos atirassem "tomates virtuais" :). Hummmm...Vamos lá ver então...
....
My first guest is Sílvia. She designed my blog, and I asked myself again and again if she had the same skills for cooking as she has for design. Silvia likes to eat simple food, but warned me that she was a flop in the kitchen and hoped that readers will not throw "virtual tomatoes" on us. Uhg...let's see...






























Gostas de cozinhar, ou preferes delegar?
Não gosto de cozinhar, nem tenho a quem delegar, mas gosto muito de comer (o que os outros cozinham). A minha mãe não gostava de cozinhar, mas isso não é desculpa, porque a minha irmã é uma excelente cozinheira. Gosto de receber pessoas, estar com amigos em volta da mesa e da comida, mas é sempre um stress para mim cozinhar, tento simplificar o mais que posso. Pior do que cozinhar para momentos especiais é cozinhar todos os dias, porque tem de ser.

Passas muito tempo na cozinha?
Pois, infelizmente bem mais do que desejaria, tenho de cozinhar todos os dias e há alguns duas vezes por dia. E arrumar e ir ao supermercado e limpar e fazer lanches e pequenos-almoços, se pensar bem, depois da minha cama, a cozinha é um dos sítios onde estou mais tempo!

Na tua cozinha que utensílios e ingredientes não podem faltar?
Não dispenso a panela de pressão para fazer as sopas, a colher de pau, o azeite, a cebola, o tomate e as ervas aromáticas estão em quase tudo o que cozinho. A minha avó sempre me disse que se eu colocasse tomate em qualquer coisa, resultava sempre, e apesar de já terem passado mais de dez anos continuo agarrada a essa grande e única 'máxima' da culinária na minha vida. Na minha cozinha nunca faltam legumes e fruta, porque comemos sopa todos os dias e fruta todos os dias, o resto vamos 'arranjando'.

Qual é aquela receita que tiras sempre da manga e te faz brilhar?
A quê? Acho que não sei o que é isso de brilhar na cozinha, eu estou sempre mais preocupada em não deixar queimar, é mais isso! Na verdade se tiver gente a jantar lá em casa acho que faço sempre carne assada, porque a responsabilidade de não ficar boa é, ou da qualidade da carne, ou do forno, eu tenho pouco a ver com isso.
Para sobremesa, acho que faço sempre uma mousse de limão, fruta e bolo de chocolate da bimby. O meu truque é demorar a fazer o jantar e assim o pessoal vai bebendo um vinho e depois a comida já não é tão importante. Pelo menos é o que eu espero.

E aquela receita que te deixa frustrada, que queres saber cozinhar e corre sempre mal?
Não chego a ficar frustrada com nada, porque quase não faço tentativas. Agora tenho uma amiga, que se chama bimby e nós damo-nos bem. Para mim é um gadget e eu gosto de gadgets.

Qual é o teu/tua guru culinário/a?
Não tenho. Gosto da forma simples e descontraída como o Jamie Olivier cozinha, ou pelo menos como parece para quem vê na televisão, uma vez que nunca tentei fazer nenhuma receita dele.
Tenho uma tia que cozinha super bem, mas não tenho qualquer pretensão de a imitar, apenas fico feliz sempre que vou a casa dela comer.
                                                                     
Livros de Receitas ou Blogues de Culinária? Quais?
O teu blogue e a Patrícia do Forking Amazing, acho que são as únicas páginas mais ligadas à cozinha que eu sigo diariamente, mas confesso que é mais pelas pessoas do que pela temática da comida. Já tive oportunidade de desenhar blogues de culinária muito bons e confesso que fico com vontade de fazer as receitas que por lá vejo com fotos incríveis, mas o que geralmente acontece é um estômago cheio de fome!
Sei que há muita coisa boa por essa internet fora, mas não é 'a minha praia' e actualmente preciso de um dicionário para saber o que são muitos dos ingredientes que a malta usa. Acho que essa sensação me deixa ainda mais distante da cozinha, eu gosto de comida simples, boa, e não gosto de pensar demasiado no que vou comer.

Fora da tua cozinha, onde gostas de comer? [Não vale em casa da Mãe] :)
Ora aqui está algo que eu gosto, é de ir a sítios onde realmente gosto de comer. Bom bom, é o marisco no Rui em Silves, o peixe fresco e super bem cozinhado do Sueste em Ferragudo, comer qualquer coisa de peixe no Algar ao final do dia em Benagil. Peixe, é sem dúvida a minha comida preferida, mas não o é em qualquer sítio. O ano passado comi um cabrito com coentros num restaurante do interior Algarvio que me deixou rendida e com vontade de repetir! Claro que também gosto de uma boa francesinha, no Porto, com uns finos fresquinhos, umas ameijoas com muitos coentros e limão, as pizzas à beira do mar aqui na Aguda, e quando o calor começa a espreitar não há nada como um gelado da Olá!
 ...
Do you like to cook, or do you prefer to delegate?
I don’t like to cook and I don’t have anyone to delegate, but I like to eat (what others cook). My mother didn’t like to cook, but that's no excuse, because my sister is an excellent cook. I love to welcome people, and have friends around the table, but is a stressful moment when I have to cook, so I try to simplify as much as I can. Worse than cooking for special moments is the “everyday cooking”, because I really have to do it. It seems that we spend our lives thinking about eating, what we’ll eat, going to the grocery store and then cook, eat in 10 minutes and then wash and clean, and there is nothing more boring than that.

Do you spend a lot of time in the kitchen?
Well, unfortunately far more than I wish, because I have to cook everyday, twice a day. And pack up and go to the supermarket and clean and make snacks and breakfasts. Actually, after my bed, the kitchen is one of the places where I spend more time.

In your kitchen, which utensils and ingredients are essential?
I use the pressure cooker to make soups, the wooden spoon, olive oil, onions, tomato and herbs are in almost everything I cook. My grandmother always told me that if I put tomatoes in anything, it would result for good. So, after ten years this is still the only and greatest cooking adage in my life. In my kitchen I always have fruit and vegetables.

What is that one recipe that makes you shine?
The “what”? I do not know what it is to shine in the kitchen, I 'm always more concerned about not letting burn anything. In fact, if we have dinner at our place, I always cook roast beef, because the responsibility for not being good, can be from the quality of the meat, or the oven. For dessert, I always make a lemon mousse, fruit and Bimby’s chocolate cake. My trick is to spend lots of time cooking dinner, so people can drink lots of wine and then the food is not that important anymore. At least that's what I hope.

What about that recipe that leaves you frustrated?
I don’t get frustrated with anything because I hardly make attempts. Now I have a friend who is called Bimby and we get along pretty well. For me it's a gadget and I love gadgets.

What is your cooking guru?
I don’t have any.  I like the simple and relaxed way that Jamie Olivier cooks, or at least as it seems on TV, since I never tried to make any of those  Jamie’s recipes. I have an aunt who cooks very well, but I have no intention of imitate her, I’m just glad whenever I go to her house to have a meal.

Cookbooks and Food blogs?
Your blog and the “Forking Amazing” blog, are the only food  pages I follow frequently. But, I confess that it is more because of the people than for the food subject. I have been able to work in very good cooking blogs and I confess that I am willing to make some recipes I see out there with great photos, but what it usually happens is just an hungry stomach! I know there are a lot of good blogs, but it is not 'my thing ' and now I need a dictionary to know what are the ingredients that many people use. I think that makes me feel even more distant from the kitchen , I like good simple food, and I don’t like to think too much about what I'm eating .

Out of your kitchen where do you like to eat? [Your mamma’s place doesn’t count… ]
Now here issomething I like: going to places where i really like to eat. Seafood at “Rui” in Silves, fresh fish and very well cooked in “Sueste” at Ferragudo , eat anything with fish at the end of the day in “Algar” at Benagil. Fish is undoubtedly my favorite food, but it is not anywhere. Last year I ate a lamb with coriander in Algarve that made me want to repeat. Of course i also like a good “francesinha” in Oporto, with a cold beer, clams with lemon and coriander, pizzas by the sea here in Aguda, and when the heat starts to lurk there's nothing like an “Olá” ice cream!

background illustrations via pinterest.
photos by Sílvia.

22 comentários:

  1. Alguém que me entende quanto à arte de cozinhar [not]!! Paradoxalmente tenho verdadeira pancada por tudo quanto é blogue de culinária... programa de culinária... revista de culinária!! Por isso vou gostar muito desta rubrica!!! Vai-se lá explicar a mente humana! ;)

    ResponderEliminar
  2. Gostei muito da tua nova rubrica e particularmente do sentido de humor da Sílvia!

    ResponderEliminar
  3. Optima rubrica, como seria de esperar :) vou acompanhar com entusiasmo

    ResponderEliminar
  4. Já estou a adorar esta rubrica! Adoro cozinhar, experimentar, conhecer novos ingredientes. Vou acompanhar de certeza e já estou ansiosamente pela próxima... adorei a entrevista com a Sílvia. :)

    ResponderEliminar
  5. Ena! Que fixe! Assim, visto no teu blog fica ainda melhor esta tua ideia:) Gosto desta rubrica e vou estar sempre à espera do próximo! Espero que os leitores tenham gostado. Beijos!

    ResponderEliminar
  6. Que ideia gira para uma rubrica. Parabéns.
    Silvia ficaste bem :D

    ResponderEliminar
  7. Gostei desta rubrica!
    Adorei a entrevista!
    Identifiquei-me totalmente com a Silvia que, além de minha homónima, partilha do mesmo jeitinho que eu para a cozinha!!! também eu tive uma mãe e avó que não gostavam de cozinhar (o que não é desculpa), mas para mim é um suplício estar a pensar todos os dias o que ter que fazer para o almoço/jantar... ou o que cozinhar para quando temos visitas... Também gosto do mais simples que é preparado com poucos ingredientes e de preferência que encontre no mercado ou supermercado locais. Sopas, saladas, grelhados... simples assim :)
    Às vezes tenho pena de não ser daquelas pessoas que chega à cozinha e com o que houver na dispensa consegue um brilharete digno de restaurante... mas isso não combina comigo. Ainda vou ao google "o que preparar com o ingrediente X", e às tantas passa meia hora e eu sem escolher, porque depois preciso de ingredientes extra que não tenho no momento... Perco a paciência... Estás a ver o filme... ahahah!!!
    :) parabéns pelo blog! beijinho
    silvia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Sílvia:) Será que o defeito está nome? Podemos começar um blog dos 'atados' da cozinha:D:D

      Eliminar
    2. Embora a "amostra" ainda seja pequena para definir uma tendência, também sou uma Sílvia pouco dada á arte culinária.
      outra Silvia

      Eliminar
  8. Parabéns pela ideia ! Achei um piadão às respostas da Sílvia :)
    E adorei as imagens que ilustram a tua rubrica e a que apresenta a convidada !

    ResponderEliminar
  9. Muito divertida :)
    Eu, que gosto de cozinhar e até acho que não me corre mal, identifiquei-me com imensa coisa de que aqui falas.
    E estranhamente, ou não, eu imagino que seria facílimo pôr-te a gostar de cozinhar. Adorava ter-te cá em casa durante uma semana e levar avante esse desafio :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :) Inês, olha que seria um mega desafio. Eu fico entusiasmada quando alguém me ensina alguma coisa, mas não dura muito tempo:D Se eu vivesse em Lisboa, amanhã tinhas visitas!

      Eliminar
    2. Que pena não viveres. Aposto que nos divertiriamos imenso. E que eu te dava a volta :)

      Eliminar
  10. Para começar e a começar muito bem, a Sílvia e as suas respostas num post divertido! eheheh :))

    ResponderEliminar
  11. Adorei, adorei;) Sou fã das duas!!! Cátia

    ResponderEliminar
  12. Gostei muito da entrevista e das ilustrações da Sílvia, que não conhecia. Já agora aproveito para dizer à Sílvia, que eu sei cozinhar, mas quando toca a jantares com muita gente, também não dispenso a carne assada. Resulta quase sempre e quando não fica muito bem a culpa é do homem do talho :)

    ResponderEliminar
  13. Olá Ana! Adorei a rúbrica, começou muito bem, a Sílvia apesar de pouco talentosa para a cozinha, tem um sentir do humor fantástico. Já conhecia a Sílvia e o seu trabalho, já a sigo há algum tempo e concordo com ela, em caso de dúvida: a carne assada fica quase sempre bem, quando não fica, a culpa de qq coisa que aconteceu com o forno ou com a carne :)
    Vou ficar atenta a aguardar os novos convidados :)
    Bjinhos

    ResponderEliminar
  14. Ana, parabéns pela rúbrica! Adorei a entrevista da Sílvia, muito divertida... ;)

    ResponderEliminar