Kitchen Stories #7

24.7.14


A Daniela é uma apaixonada pelo Porto, por fotografia e por sítios bonitos. Gosta de partilhá-los e explorar cada cantinho da Invicta. É gulosa e precisa de ter sempre em casa ingredientes docinhos. [Até aqui podem perceber que qualquer semelhança comigo é pura coincidência]. :)
No Boop podem encontrar fotografias de babar e detalhes de extremo bom gosto, com cheiro a café e flores.
Passear pelo blogue da Daniela faz-me tão bem como saborear chocolate. :)
...
Daniela is in love with the Oporto, photography and beautiful places. She likes to share them and explore every corner of the city. She's a swee tooth and needs to have sweet ingredients at home. [any resemblance with myself is purely coincidental]. :) 
In Boop you can find gorgeous photos  and details of exquisite taste, with coffe flavour and flowers. 
Dating Daniela's blog makes me so well as delighting myself with chocolate.


Frida

17.7.14













O Frida é um novo restaurante que traz à mesa a tradição mexicana. Diga-se de passagem que já faltava um restaurante assim. Mal nos sentamos somos convidados a beber uma margarita ou um mojito. Há entradas exóticas deliciosas e a maioria dos pratos são feitos com produtos importados. Podemos deliciar-nos com os totopos (tacos), guacamole, pescado tatemado (peixe embrulhado em folha de milho) e o chile en nogada (chile poblano recheado de carne).
Não é o típico restaurante mexicano com sombreros pendurados em paredes de cores garridas. Aqui vive-se um estilo mais contemporâneo com máscaras de madeira, quadros, imagens de Frida Kahlo e obras de arte. É um ambiente mais requintado, intimista e acolhedor.
Serve almoços e jantares.
Se não conseguirem resistir às margaritas, o melhor é esperar algum tempo até pegarem no carro! :)
...
Frida is a new restaurant that brings to the table the mexican tradition. We missed a restaurant like this one. As we arrive, we are invited to drink a margarita or a mojito. There are delicious exotic appetizers and most of the dishes are made with imported products. We can delight ourselves with totopos (tacos), guacamole, pescado tatemado (fish wrapped in corn leaf) and chile en nogada (poblano chile stuffed with meat). 
It is not a typical mexican restaurant with sombreros hanging on colorful walls. In here there is a contemporary style with wooden masks, paintings, images of Frida Kahlo and artwork. It is a refined, intimate and warm atmosphere. 
It serves lunch and dinner. 
If you cannot resist to the margaritas, it is best to wait until you drive! :)

Frida
R. Adolfo Casais Monteiro, 135 (Cedofeita)

9 Meses :: 9 Months

15.7.14


"Um homem chegou aos quarenta anos e assumiu a tristeza de não ter um filho. (...) Estava sozinho, os seus amores haviam falhado e sentia que tudo lhe faltava pela metade, como se tivesse apenas metade dos olhos, metade do peito e metade das pernas, metade da casa e dos talheres, metade dos dias, metade das palavras para se explicar às pessoas. (...) Via-se metade ao espelho porque se via sem mais ninguém, carregado de ausências e de silêncios como precipícios ou poços fundos. Para dentro do homem era um sem fim, e pouco ou nada do que continha lhe servia de felicidade".

Valter Hugo Mãe, in "O Filho de Mil Homens"
...
"A man arrived at forty years and assumed the sadness of not having a son. (...) He was alone, his loves had failed and felt that everything was missing in half, as if he only had half eyes, half chest, half legs, half the house and cutlery, half days, half the words to explain himself to people. (...) He saw half of himself in the mirror because he had no one else, loaded with absences and silences as cliffs or deep wells".

                                                                                        Valter Hugo Mãe, in "O Filho de Mil Homens"

Much Love,
Ana*

Kitchen Stories #6

8.7.14
Um dia, depois de ter escrito sobre o Cooking and Nature, a Ana veio aqui ao blogue comentar e dizer que tinha sido ela e o marido a decorar aquele maravilhoso hotel. A partir daí, comecei a seguir mais de perto o seu trabalho e finalmente tive oportunidade de a conhecer pessoalmente no jantar da Kinfolk.
Ela, o marido e o filhote fazem um família adorável. Gostei muito de os conhecer.
Esta linda cozinha só podia ter o dedo mágico de uma designer de interiores cheia de bom gosto.
...
One day after writing about Cooking and Nature, Ana came here to the blog and told me it was her and her husband who decorate this wonderful hotel. From there, I began to follow more closely their work and finally had the opportunity to meet her in person at Kinfolk's dinner.
She, her husband and their baby make a lovely family. I really enjoyed meeting them. 
This lovely kitchen could only have the magic touch of an interior designer with such good taste.
























Decoração de Parede com Fotos :: Photo Wall Hanging

2.7.14
Quando temos uma casa nova, com as paredes imaculadamente brancas e intactas, custa-nos furar, pregar ou colar o que quer que seja. Mas a verdade é que uma casa de paredes vazias não é uma casa [lar].
É preciso vida e história, e para mim isso só se consegue com fotografias e objectos com valor emocional.
Como queria pôr várias fotos e ir trocando sempre que me apetece, andei a magicar uma forma de o fazer sem massacrar muito as paredes.
Estes troncos apanhei-os na praia depois das tempestades de Inverno, e estavam a um canto à espera que eu lhes desse vida... e foi o que fiz! 
Um só galho decorado, um só prego (neste caso, um "amigo do lar"), e tantas fotografias a tornar a nossa casa ainda mais "quentinha".
...
When we have a new home, with immaculate white walls, it almost hurts drilling or nail something in it. But the truth is that empty walls don't make a house a home.
We need life history, and for me that can only be achieved with photographs and objects with emotional value. 
As I wanted to put several pictures and change whenever them I feel like, i was wondering the best way to do it without butchering the walls. 
I caught these trunks on the beach after winter storms, and they were waiting for me to give them life ... and so I did! 
One decorated branch, one spike, and so many photos to make our home even more "warm".

Material Necessário: Um galho ou tronco, corda, ráfia, fio de couro, fio de camurça, corda prateada, fabric tape, tinta, fio de trapo, pincel; tesoura; fio de pesca, e prego ou "amigo do lar", martelo.
...
You'll need: A log or branch, rope, raffia, leather rope, suede rope, silver rope, fabric tape, paint, wire cloth, brush; scissors; fishing wire, nail, hammer.

Mãos à obra: Limpar o tronco. Pintá-lo com cores e motivos a gosto. Decorá-lo com vários tipos de material: tecido, corda, couro, camurça. Prender fios de trapo ou tecido no galho, e dar nós com espaçamento de forma a que caiba uma fotografia. Prender nas extremidades um fio de pesca transparente de maneira a que se consiga pendurar num prego ou num "amigo do lar" na parede.
...
Let's do it: Clean the branch. Paint it with colors and drawings you like. Decorate it with various materials: fabric, rope, leather, suede. Fast wire cloth on the branch, and give it some space so that it fits a photograph. Put tranparent wire to hang it on the wall.

Para o quarto da Ema escolhi um troco mais comprido, que desse para pendurar fotos e uma ou outra peça de roupa. Desta vez usei fios de camurça e pequenas molinhas de madeira para segurar as fotos.

Outros DIY para fotografias: aqui e aqui.
...
For Ema's nursery i chose a longer branch, to hang photos and one or other garment. This time I used suede wire and little wood pegs to hold the photos.

Other DIY for photos here and here.

Much Love,
Ana*